Prazo para se tornar Sala Verde de Educação Ambiental foi estendido


Salas Verdes / MMA

 

O Ministério do Meio Ambiente publicou notícia em seu site informando que o prazo para as instituições interessadas em se tornar uma Sala Verde foi prorrogado até o dia 9 de março. As propostas devem ser enviadas ao Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio deste formulário.

O que significa se tornar uma sala verde? Elas são espaços com múltiplas potencialidades, que disponibilizam o acesso e a democratização das informações. Nelas, podem ser desenvolvidas atividades de educação ambiental como cursos, palestras, oficinas, eventos, encontros, reuniões e campanhas de conscientização para o tema.

Quem pode ser Sala Verde? Podem ter Salas Verdes as secretarias municipais de meio ambiente e educação, unidades de conservação, organizações governamentais e não governamentais e organizações da sociedade civil de interesse público.

O que é preciso? Os interessados devem elaborar um Projeto Político Pedagógico contendo a proposta de atuação da Sala Verde. É importante frisar que não há repasse de recursos financeiros do MMA para as instituições.

O que o MMA oferece?  Ele chancela as atividades educacionais, divulga as ações voltadas para o projeto e oferece formação a distância e materiais educativos em formato digital. As instituições selecionadas entram com o espaço físico, equipe, equipamentos e demais recursos.

O Projeto Salas Verdes conta até agora com 310 salas, distribuídas em 23 estados e no Distrito Federal.

SERVIÇO
Chamada pública para criação de novas Salas Verdes
Inscrições prorrogadas até 9 de março de 2018.
E-mail: salaverde@mma.gov.br
Telefones: (61) 2028-1569 / (61) 2028-1570 / (61) 2028-1183 / (61) 2028-1207
Acesse mais informações

Reportagem original publicada em: Ministério do Meio Ambiente

Clica aí!

CLICANDO EM QUALQUER ANÚNCIO DESTE SITE VOCÊ JÁ ESTÁ NOS AJUDANDO A LHE MANTER BEM INFORMADO E PRESERVAR O MEIO AMBIENTE!

 

Anterior Criação de duas novas Unidades de Conservação será submetida a consulta pública esta semana.
Este é o post mais recente.

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *