Foi anunciado amplamente que a partir de 1º de dezembro de 2017 não haverá mais a versão impressa do Diário Oficial da União – DOU.

Mas o que esta notícia faz em um site de assuntos ambientais?

É que o DOU é um jornal diário que é impresso há mais de 155 anos com leis, decretos, portarias, licitações, editais, nomeações, etc.

O fato é que agora não haverá mais edição impressa e isso gerará uma economia de 720 toneladas anuais de papel o que equivale a cerca de 10.800 árvores, como o eucalipto, segundo informações do Ministério do Meio Ambiente – MMA.

Mas a produção do papel também consome muita água e espera-se, como impacto indireto da medida, também a economia de 32 milhões de litros de água.

Esta medida faz parte do Programa Agenda Ambiental na Administração Pública – A3P, iniciativa coordenada pelo MMA para nortear as políticas de sustentabilidade no setor público.

Se faz bem para o meio ambiente está aqui no BioCamera Ação.

Anterior Aumento de gases do efeito estufa alcança novo recorde.
Próximo Cerrado será monitorado por satélite assim como a amazônia, promete ministro.

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *